Alter(action) | Fundação Eugénio Almeida – Centro de Arte e Cultura | May 15th

PT// Com obras de Alan Tod, Amy Youngs, Andy Gracie, António Caramelo, Brandon Ballengé, Carla Rebelo, Erich Berger, Felipe Shibuya e Pedro Cruz, Ken Rinaldo, Robertina Sebjanic e Lena Ortega, Victoria Vesna.

Desafiada pela Fundação Eugénio Almeida, Marta de Menezes aceitou reunir um grupo de artistas para uma exposição que se propõe funcionar à semelhança do sistema imunitário de um organismo vivo. Procura-se assim criar um efeito de escala (da escala orgânica das células, tecidos e órgãos à escala planetária, com os ecossistemas), atualizando os questionamentos que revelam que as relações complexas e entrelaçadas das comunidades locais e mundiais, compostas por membros humanos e não humanos, são absolutamente fundamentais e críticas para a adaptação de nós mesmos a um futuro possível, e para a nossa (re)inclusão no complexo e maravilhoso sistema de vida que faz parte do nosso planeta.

A exposição Alter(ação) assume assim um potencial híbrido, explorando as possibilidades do físico e do virtual, bem como as da contaminação entre arte e sociedade (ou artista e públicos), valorizando o pensamento e a criação na busca de estratégias adaptativas que temos urgentemente de desenvolver para enfrentar as mudanças rápidas e repentinas pelas quais estão a passar as nossas vidas, sociedades, ecossistemas e meio ambiente.

Alter(ação) inclui obras de artistas nacionais e internacionais sobre temas relacionados com a biodiversidade, o colapso de civilizações, questões de evolução, de adaptação e ecologia. Obras que refletem os tempos em que vivemos, os constrangimentos que enfrentamos, a vontade de repensar o que o futuro nos pode trazer.

ENG// With artworks by Alan Tod, Amy Youngs, Andy Gracie, António Caramelo, Brandon Ballengé, Carla Rebelo, Erich Berger, Felipe Shibuya e Pedro Cruz, Ken Rinaldo, Robertina Sebjanic e Lena Ortega, Victoria Vesna.

Challenged by Fundação Eugénio Almeida, Marta de Menezes accepted to find a group of artists for an exhibition which proposes to live in similarity with the immune systemm of a living organism. The idea is to create a scale effect (from the organic celular, tissue and organs scale to planetary and ecosystem scales), questioning and revealing the complex and interlaced relationship of local and world communities compromised of human and non-human members, which are absolutely fundamental and critical to the adaptation of ourselves to a possible future and to our (re)inclusion in the complex and marvelous living system that is part of our world.

Alter(cation) includes artworks from both national and international artists about biodiversity, civilizational colapse, evolution issues, adaptation and ecology. Artworks that reflect the time which we live in, it’s constrains and the desire to rethink what the future might bring.

https://www.fea.pt/home

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s